Informação sobre tendinite, causas, sintomas e tratamento da tendinite, com diagnóstico da tendinite Aquiles, de De Quervain, patelar, do tibial e outras, com dicas que podem ajudar quem sofre desta patologia, identificando formas de prevenção.


Causas e sintomas de tendinite peroneal

Os tendões peroneais são aqueles que correm por fora do tornozelo logo atrás do osso chamado fíbula.
Tendões conectam músculo-a-osso e permitindo-lhes exercer sua força através das articulações que separam os ossos.
Ligamentos, por outro lado, ligam osso-a-osso. Assim, "Tendinite" talvez não seja o termo mais apropriado. Esta palavra indica que há uma inflamação no tendão. A realidade é que não há "tendinite", o que significa que não exista alargamento e espessamento com o inchaço do tendão. Isso geralmente ocorre no contexto de uso excessivo, ou seja, um paciente ou atleta fazendo uma atividade repetitiva que irrita o tendão durante longos períodos de tempo.

A história clínica é muito importante para a definição de tendinite peroneal. Como referimos, estas são lesões por excesso de uso.
Pessoas com tendinite peronial normalmente têm experimentado um novo exercício ou têm aumentado significativamente suas atividades. Atividades características incluem corrida de maratona ou outras que exigem o uso repetitivo do tornozelo.
Os pacientes geralmente apresentam dor ao virar a parte de trás do tornozelo e geralmente não existe nenhuma história de uma lesão específica.

Como já referimos, a formação inadequada ou aumentos rápidos na formação e desgaste de sapatos de baixa qualidade podem levar a tendinite peroneal. Além disso, os pacientes que têm uma postura retropé varo podem ser mais suscetíveis. Isto ocorre nestes pacientes, porque o calcanhar é ligeiramente voltado para dentro, exigindo que os tendões fibulares trabalhem mais. Quanto mais os tendões funcionarem, mais provável se torna que eles desenvolvam tendinite.

Índice dos artigos relativos a Tendinites
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL